Crescimento Pessoal

RIQUEZA ESPIRITUAL

Todos nós sabemos o que é a riqueza material nos moldes tradicionais, mas e a riqueza espiritual. O que seria?

Será que somos ricos espiritualmente quando frequentamos um templo? Ou quando vivemos rezando e orando por pedidos? Ou por que temos um mestre ou sacerdote espiritual que seguimos? Ou quando temos, enfeitamos e fazemos oferenda em altares?

Provavelmente, tudo isso possa fazer parte do mundo espiritual, apesar de não ser necessário, mas não torna ninguém rico espiritualmente. Seria o mesmo que dizer que só porque uma pessoa anda de carro de luxo e compra nas melhores boutiques ela é feliz.

Da mesma forma que a riqueza material não compra amor e, por isso, não traz felicidade, cumprir determinadas praxes e rituais espirituais também não o fará.

A espiritualidade é como uma escola e de forma idêntica, apenas nos torna cada vez mais ricos o que aprendemos com e através dela. Isso ninguém tira de nós e assim como na escola tradicional aprendemos as ciências e os saberes do mundo, na espiritualidade aprendemos a evoluir como seres humanos.

E este é um caminho de amor e de integração da nossa dualidade, da nossa parte material com todas as suas necessidades e desejos, com a nossa parte espiritual que quer transcender a tudo isso, buscando a expansão e a criação infinita.

Parece algo impossível, mas de fato é muito bonito, pois só conseguimos transcender quando aprendemos a amar por completo todo o nosso ser material, ou seja, que de alguma maneira contém forma.É necessário conhecer em detalhes o que somos integralmente, com as nossas virtudes e partes nem tão virtuosas, que fazem parte de todos nós. Inveja, ciúme, avareza, cobiça, arrogância, ignorância, mentira, tudo isso faz parte do nosso sistema de sobrevivência e de evolução. Querendo ou não, conscientes ou não, fazemos o que fazemos na tentativa de pertencermos, de sermos aceitos, enfim, de sobreviver. E o que vivemos é nesta tentativa de experimentar e aprender com os resultados das nossas ações para melhorarmos as nossas escolhas.

A pessoa espiritualmente rica é aquela que aprendeu como funciona este processo. É aquela que utiliza das inúmeras ferramentas disponíveis hoje, para mergulhar dentro de si mesma e compreender tudo o que a afasta do seu grande objetivo de vida, que é a união e o amor, primeiro por si mesma, e que também pode ser alcançado pelo amor praticado aos outros.

E uma pessoa só se torna rica espiritualmente se tiver um objetivo claro, porque como qualquer escola, terá desafios, provas e períodos de comemorações e derrotas. É um longo caminho que só termina quando não tivermos mais nada a aprender.

Mesmo com todas as ferramentas na mão, é um longo processo de descobertas das nossas emoções, das nossas necessidades e, principalmente, de todo o arsenal deformas pensamentos que temos armazenados na nossa memória celular, acumulada e cristalizadas de todas as nossas experiências, que podem manter-se vívidas dentro de nós.

Assim como a ciência do mundo externo observa a natureza, os movimentos, ciclos e resultados para entender como as coisas funcionam, buscando a raiz, o que está por traz dos fenômenos, também a ciência da espiritualidade usa o mundo externo como espelho, como caminho para buscarmos no nosso mundo interno a origem das coisas que vivemos. A maioria delas está baseada em percepções e sentimentos, muitas vezes longe da realidade dos fatos.

Como já diziam os antigos sábios “como é em cima é embaixo, como é dentro é fora, como é no macro é no micro”. Esta frase nos dá muitas dicas de como o mundo material e espiritual são interdependentes, melhor dizendo, um só.

Ambos buscam o preenchimento, a integralidade e a realização do ser, que surge ou floresce através do amor. O verdadeiro rico, seja ele de recursos materiais ou espirituais é aquele que conseguiu atingir estes estados, são as pessoas que aprenderam o caminho do amor ao outro, ao todo e a si mesmos.

Ana Cristina Koda

Ana Cristina Koda

Após mais de 20 anos no caminho do autoconhecimento e da espiritualidade, resolveu compartilhar suas visões e experiências pessoais, frutos das práticas de meditação, através de seus artigos. Seus muitos anos como profissional das áreas de marketing e comunicação são a base desta sua vontade de se comunicar, agora, com um propósito maior.
Vamos Meditar concretiza este sonho, que está se realizando e que dedica a todos os seres. Também dá aulas particulares de meditação e atende com terapias integrativas para quem quer seguir o caminho do autoconhecimento e da espiritualidade.
Contato pelo email: anackoda@gmail.com

No Comment

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *