Crescimento Pessoal

POR QUE NÃO CELEBRAR?

De repente, seu coração simplesmente parou de bater e, nesse instante sagrado,

toda dor, todo tormento, todo medo, toda limitação de um corpo desgastado e impotente,

desapareceram magicamente!

– “Posso voar!” – ela falou sem palavras, encantada com seu novo estado de ser.

Ninguém a ouviu, mas pude sentir sua alegria nesse momento de libertação e paz.

Nestes meus 68 anos de vida, tive a oportunidade de vivenciar as mais diversas

reações diante da morte de entes queridos… espanto, tristeza, revolta, medo e inclusive

aquela dor aparentemente impossível de ser superada, mas que o tempo acaba curando.

Chorei não só pelos meus, mas muitas vezes por pessoas que eu nem conhecia e

que se tornaram notícia devido ao seu fim trágico ou prematuro… segundo nosso ponto

de vista humano.

Entretanto, diante do falecimento da minha própria mãe, a única vontade que eu

tive foi a de agradecer, agradecer… e celebrar!

Numa fração de segundo, todo o sofrimento que presenciamos e vivemos junto

com ela nos últimos meses, todos os esforços que fizemos para lhe assegurar um mínimo

de conforto e dignidade, quando seu corpo já não obedecia aos comandos da sua

vontade; todo o carinho que seus filhos, netos e bisnetos lhe dedicaram, na esperança de

lhe trazerem um pouco de alegria… tudo isso passou pela minha mente como um raio, e

me fez suspirar aliviada – finalmente terminou!

E contra todos os padrões aceitos como socialmente corretos, chorei de alegria e

agradeci.

Então, perguntei a mim mesma: “Por que não celebrar…?” Celebrar uma vida

vivida plenamente, celebrar a merecida libertação no momento em que o corpo já

não consegue mais satisfazer as novas aspirações da alma, celebrar o milagre do

renascimento num estado superior de consciência… Celebrar, mesmo quando todos

esperam que você se apresente de preto e de óculos escuros para esconder os olhos

vermelhos e inchados de tanto chorar.

E me abri completamente à maravilhosa sensação de paz, que eu sabia estar vindo

dela, e permiti que meu coração me mostrasse sua nova imagem – jovem, bela, radiante

e leve como uma pluma, saltando alegremente para o espaço infinito, finalmente livre para

voar em direção aos Reinos de Luz, Amor e Paz.

E assim, silenciosa e amorosamente, brindei à sua partida…

Vera Corrêa

Vera Corrêa

Vera Correa é arquiteta de formação, atualmente, sempre teve atração pelas medicinas naturais e integrativas. Em mais de 20 anos, estudou do-in, reiki, reflexologia, massagem terapêutica, magnified healing e, mais recentemente, cura eletrônica, feng shui e danças circulares. É facilitadora de vivências que aproveitem as qualidades terapêuticas, meditativas e de autoconhecimento desse tipo de dança e de oficinas de meditação. Também dá palestras sobre o papel espiritual do DNA e das Glândulas Endócrinas, o que resultou em workshops sobre esses temas.
Outro aspecto sempre presente na vida de Vera Corrêa é um enorme interesse pelo desenvolvimento espiritual. Por isso, vem se dedicando através de estudos e prática aos ensinamentos de Mestres da Espiritualidade, do desenvolvimento da sua própria intuição e de atividades que possam contribuir para a elevação espiritual da coletividade – como o “Workshop Meditação em 4 Tempos”, que ela está realizando atualmente com a psicóloga Ana Favali, em Caçapava, onde reside. Contato: veracorrea46@ig.com.br

No Comment

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *