Vida e Bem Estar

O QUE TODOS PRECISAM SABER SOBRE OS SEUS CHÁKRAS

Neste texto clássico, Deepak Chopra esclarece de forma simples como funcionam os nossos chákras. Vale a pena ler esta tradução livre de matéria publicada no MindBodyGreen. 

Cada um dos 7 chákras é governado por leis espirituais, princípios da consciência, que nós podemos usar para cultivar uma maior harmonia, felicidade e bem-estar em nossas vidas e no mundo.

O primeiro centro: chakra raiz

O chákra raiz, conhecido em sânscrito como muladhara, está localizado na base da espinha dorsal. Ele governa as nossas necessidades básicas de sobrevivência. Quando este cháckra está límpido e a energia flui livremente através dele, nos sentimos seguros e confiantes de que podemos facilmente preencher as nossas necessidades.  Entretanto, um bloqueio nesta área pode causar ansiedade e preocupação.

A espiritual Lei do Karma governa este primeiro centro de energia. No plano físico, toda ação feita resulta numa reação correspondente. Para maximizar a possibilidade de que nossas ações gerem reações evolutivas, podemos usar o corpo como um instrumento determinante de escolhas.

Consideremos as possibilidades a nossa frente e prestamos atenção aos sinais que o corpo emite. Estas sensações geradas no cháckra raiz podem ser tanto confortáveis como desconfortáveis. O corpo avalia todas as decisões possíveis em relação à probabilidade de suprir sua necessidade por segurança ou aumentar o nível da ameaça que estamos experimentando. O primeiro chákra, que nos conecta com a terra, fornece informações essenciais quanto ao potencial nutritivo ou de toxicidade que estará disponível como resultado das nossas ações.

O Segundo centro: cháckra da criatividade

O cháckra da criatividade, chamado svadhishtana, é associado com a criatividade em todas as suas formas de expressão. Localizado na área dos órgãos sexuais, a energia deste centro pode ser usado para a reprodução biológica. Quando canalizada para os centros de energia mais altos, ele serve de combustível para a força criativa que nos trona capazes de pintar um belo quadro, construir um negócio ou criar uma vida de amor e abundância.

A Lei do Menor Esforço é ativado no segundo chákra. Quando sua energia vital esta fluindo através do centro da criatividade, você co-cria a sua vida. A solução para cada problema raramente é no mesmo nível do problema. Ao contrário, se lida com um domínio mais profundo da criatividade. Criatividade é o processo de usar a mesma matéria-prima e criar diferentes contextos e relacionamentos entre os componentes.

Por exemplo, quando um compositor cria uma nova peça de música, ele está usando as mesmas notas em um novo relacionamento de uma com as outras, resultando na emergência de algo que não existia antes. O segundo chákra utiliza a matéria-prima do chákra raiz para criar um mundo novo a cada dia.

O terceiro centro: cháckra da energia

O chakra da energia, manipura, está localizado no plexo solar. É onde fica o seu poder no mundo.  Quando este centro está aberto e fluindo, você é capaz de manifestar suas intenções e desejos.  Quando está bloqueado você se sente frustrado e ineficáz.

A Lei da Intenção e do Desejo governam o terceiro chákra. As sementes da intenção e desejo residem na sua alma. Nutrir as sementes que você deseja germinar com sua atenção irá fazer com que elas se expressem completamente. É importante ter claro as suas intenções para que você não fique surpreso quando colher os frutos.

O processo de manifestar os seus desejos começa em trazê-los a um nível consciente, seguido por expandir esta consciência através da meditação e, finamente, liberar suas intenções e desapegando do resultado. Você pode controlar suas ações, no entanto, você não pode controlar o fruto de suas ações. Mantenha sua energia de vida fluindo livremente através de seu terceiro chakra e a luz e o calor de suas intenções irradiará para o mundo.

O quarto centro: chakra do cardíaco ou do coração

O chákra do coração representa a energia unificadora do amor e da compaixão. Conhecido como anahata, está localizado no centro do peito. O chákra do coração é dedicado a superar a separação e a divisão. Quando o centro do coração é bloqueado, há uma sensação de alienação em relação aos outros. Quando o centro do coração está aberto e fluindo, você se sente conectado a um nível profundo com todos os seres em sua vida.

A Lei de Dar e Receber governa o chákra do coração. O amor pode assumir muitas formas diferentes em diferentes fases da vida. O amor de um filho em relação a sua mãe é diferente do amor de uma mãe para com o seu filho. O amor do amigo é diferente do amor de um amante apaixonado ou do amor de um estudante para com o seu professor. No entanto, a linha comum em cada uma dessas expressões de amor é o impulso para unificar — para superar a separação. Esta é a natureza do coração.

Cada ato de dar é simultaneamente um ato de receber. Cada vez que você recebe um presente em sua vida, você está dando a alguém a oportunidade de dar. Assim como um coração saudável recebe sangue da periferia que ele oxigena e bomba de volta, o seu coração emocional permanece saudável recebendo e dando amor em todas as suas formas.

O quinto centro: Chákra da expressão

O chákra da garganta, chamado visshuddha, em sânscrito, é o centro da expressão. Quando o quinto chákra está aberto e fluindo, você tem a confiança de que você é capaz de comunicar as suas necessidades. Quando o quinto chakra está obstruído, a pessoa ,muitas vezes, se sentirá como se não estivesse sendo ouvida. Para a pessoa se sentir viva e poderosa, é importante que este centro de energia esteja limpo. Bloqueios nesta área são frequentemente associados com problemas de tireóide ou dor crônica no pescoço.

A Lei do Desapego governa o chákra da garganta. Um quinto chákra aberto permite à pessoa  expressar sua verdade sem preocupação com censura ou crítica. Isso não significa que ela vá dizer coisas que são intencionalmente ofensivas ou insensíveis. Pelo contrário, pessoas com o centro da comunicação aberto são hábeis em expressar suas necessidades de maneira que estas apoiem a vida. A ansiedade sobre como as pessoas  reagirão ao seu ponto de vista não acontece quando a energia está fluindo livremente através do chákra da expressão.

A Lei do Desapego nos lembra que você pode escolher suas palavras e ações, mas não pode controlar a resposta para com suas palavras e ações. Quando suas intenções são claras e o seu coração está aberto, você espontaneamente terá a fala correta, confiando que o universo irá lidar com os detalhes.

O sexton centro: Chákra da intuição

O chakra da intuição, conhecido em sânscrito como ajna, está localizado na testa e é o centro da visão e da intuição. Quando este centro está aberto, você tem um profundo senso de conexão com a sua voz interior e se sente guiada em suas escolhas. Quando bloqueado, há uma sensação de insegurança e desconfiança. A abertura deste chákra é geralmente associada com um claro sentido de conexão com o dharma ou propósito na vida.

A Lei do Dharma ou Causa e Efeito rege o sexto chákra. Você tem dentro de você uma voz sábia, guiando-o para expressar os aspectos mais elevados da sua natureza. Ouça a voz interior que está lhe guiando para manifestar o seu pleno potencial. Silencie a turbulência interna que é preenchida com as vozes dos outros, para que você possa identificar o som de sua própria alma. Este centro tem apenas um desejo: que você se lembre da sua natureza essencial, como uma centelha do divino.

O sétimo centro: chákra da consciência

O chákra da consciência, conhecido como dahaswara, é visualizado como uma flor de lótus na coroa da cabeça. Quando o lótus abre as suas pétalas, a memória da totalidade é restaurada. Lembre-se que a sua natureza essencial é ilimitada, e você é um espírito disfarçado como uma pessoa. Esta é a expressão completa de yoga, a unificação do ser com a ação, da universalidade com a individualidade.

A Lei da Potencialidade Pura governa o sétimo chákra. Quando suas raízes estão recebendo alimento da terra no primeiro chákra, sua energia criativa está fluindo no segundo, suas intenções são empoderadas no terceiro, seu coração está aberto e troca  amor com aqueles que o rodeiam no quarto chákra, você está expressando espontaneamente seu “self” ou “eu” mais elevado no quinto, e você está em contato com a sua voz interior no sexto, só então, a energia move-se para o chákra da coroa e você se lembra da sua natureza essencial como infinita e ilimitada. A flor de lótus de mil pétalas se abre e você se reconhece como um ser espiritual, temporariamente, localizado num corpo e numa mente.

O Yoga da Meditação, “O Upanishads”, nos diz: “Tão grande quanto o espaço infinito acima de nós é o espaço dentro do lótus do coração.” Desde o seu nascimento, você é  chamado para explorar o mundo fora de você. A meditação é a exploração do seu mundo interior. O Yoga incentiva você a se familiarizar com seu mundo interior – dos pensamentos, sentimentos, memórias, desejos e imaginação – assim como você é com o mundo exterior. Quando você pode percorrer ambos os domínios, internos e externos da vida com liberdade e alegria, você cumpre o propósito maior do Yoga.

 

Deepak Chopra, M.D é co-fundador do Chopra Center for Wellbeing, em 1996, com o falecido Dr. David Simon, com quem co-escreveu este artigo e o livro “As sete leis espirituais do Yoga”. Você pode aprender mais visitando a página: http://www.chopra.com/community/online-library/the-seven-spiritual-laws-of-success

 

Redação

Redação

Conteúdo sobre meditação, yoga e práticas afins, técnicas de autoconhecimento, terapias alternativas e complementares, entrevistas, informações sobre eventos, viagens, música, livros, arte e cultura em geral, alimentação com dicas, receitas culinárias e estilo de vida.

No Comment

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *