Crescimento Pessoal

AME E CURE-SE.

Admire, contemple a natureza. Divirta-se com algo que o dinheiro não compra. Faça passeios gratuitos nos parques e convide amigos para andar, tomar um chá ou um café com você.

Escute as pessoas com o coração, com plena atenção. Abrace com amor consciente. Deixe seu celular em casa ou o desligue por um dia, por um fim de semana . Combine um fim de semana sem celular ou telefones fixos, sem TV, sem tecnologia com sua família. Observe seu filho a desenhar ou pintar. Abrace mais, beije mais, troque experiências com os familiares, dê carinho a quem ama.

Tenha mais contato com a natureza. Caminhe ao ar livre, admire as árvores e os animais, aprecie o silêncio que fala e sinta o carinho do vento tocando o seu rosto, seu corpo, dançando nas folhas das árvores…

Cante, faça parte de um coral, desenhe mesmo que não saiba. Dance muito mesmo sem saber. Dance sozinho, dance para a existência, leia um livro para alguém e conversem sobre o assunto do livro, em cada parágrafo. Conte histórias a quem queira ouvir.

Cuide do seu corpo físico com atividades que lhe dê prazer. Se dê de presente.

Cuide do seu corpo emocional e mental. Não faça cobranças aos outros (seja marido, sejam filhos ou amigos) nem a si mesma. Isso te aliviará das angústias que a vida traz. Não invada o outro. Aceite as diferenças, elogie mais verdadeiramente, aponte as características boas, os pontos fortes de quem está ao seu lado.

Tome consciência e permita-se ser interdependente com as arvores, pássaros, humanidade, terra. Sinta sua unidade com o todo.

Medite, faça relaxamento induzido, pratique Yôga, relaxe enviando comandos mentais de bem-estar para seus corpos. Respire com consciência observando sua respiração, solte o corpo e esvazie a mente.

Dê gargalhadas. Entregue-se, aceite, receba, seja grato. Descanse, relaxe. Permita-se algumas vezes no seu dia, na sua semana, nada fazer, apenas ser. Sorria.

Deva Shabdam Janete

Deva Shabdam Janete

Janete Legale Lima é uma filósofa baiana, que passou boa parte da vida no Rio de Janeiro, onde mora atualmente. Por causa da sua sensitividade foi buscar sabedoria em várias fontes científicas e místicas. Com todo este tempero, não poderia se tornar uma pessoa comum. Ainda jovem, largou tudo e foi passar um ano com o mestre Osho, no Oregon, EUA, que muito lhe ensinou e lhe deu o nome Deva Shabdam, a Palavra Divina.
Hoje, Deva Shabdam Janete atua como professora de Yôga e meditação, taróloga e Renascimento - uma prática com respiração para cura física e despertar espiritual que aprendeu com terapeutas de Osho e com Leonardo Orr. Contato: janetellima@yahoo.com.br

1 Comment

  1. Ana Paula
    14 April, 2015 at 21:15 — Reply

    Oi,Deva,sou eu Ana Paula de Campinas -SP. Já conversamos bastante, legal ter encontrado esse site.
    Bjs
    Namastê

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *