Crescimento Pessoal

LIÇÕES OLÍMPICAS SOBRE O ESPÍRITO HUMANO

Impossível não se contagiar com os Jogos Olímpicos, principalmente, acontecendo aqui no Brasil. É muita emoção, das boas, de lavar a alma. E alma lavada sempre oferece uns insights muito especiais.

O primeiro é que a gente pode mesmo sempre escolher entre o medo e o amor em qualquer momento da vida. Podemos ver o lado bom e bonito das coisas ou continuar apegado a sentimentos amargos que irão impedir que o belo simplesmente entre. Quanto mais culpamos o mundo externo pelo nosso sofrimento, mais estamos escolhendo o medo e nem percebemos, enquanto o amor está lá na nossa cara esperando para nos fazer felizes.

As medalhas, as tão sonhadas medalhas. Descobri que as medalhas são apenas a realização de um sonho e o que importa é o sonho concretizado. É o sonho da autosuperação, da autorresponsabilidade, do controle de si mesmo, do propósito de deixar uma marca no mundo. Afinal, não existe ex-campeão olímpico. Uma vez alcançado o reino dos deuses, seu nome estará cravado na história.

E a vaia. A velha e boa catimba, impossível de segurar num momento crítico de uma torcida vibrante. Espírito olímpico ou não, as pessoas querem sair vencedoras, querem o lugar mais alto do podium e farão o que estiver ao seu alcance para consegui-lo, principalmente, se parecer algo inocente. Sem perceber, esquecemos o jargão “que vença o melhor” e chegamos a desejar para o outro aquilo que não queremos para nós. Me pergunto se enquanto houver “vencedores” não haverá maldade.

A vitória vem de dentro e está no olhar. Qualquer performance é vitoriosa quando a pessoa está confortável consigo mesma e isso a gente consegue enxergar nos olhos, na confiança, na presença e na alegria expressa por eles.

O tão importante apoio. Toda pessoa que se atreve a sonhar com os Jogos Olímpicos, tem pessoas que a apoiam, que a incentivam, acreditam nela. Ninguém chega a lugar nenhum sozinho e o amor é “A” grande fonte de energia.

E por último e essencial, algo que já havia percebido enquanto produzia o “Ouro do Esporte”*, série de vídeos onde atletas e artistas falam sobre o ouro interno que o esporte desperta. O esporte ressalta a força e o poder do espírito humano, do Eu Sou, que se expressa em toda a sua plenitude criativa. Desafia o tempo, a gravidade, o limite físico, o medo. Faz aflorar o respeito, a ética, o fraternismo e a amizade, fazendo que cada atleta que pise nesse palco já seja um vencedor , emocionando e dando exemplo à milhões de pessoas no mundo. E damos viva ao ser humano.

*link para os vídeos “Espírito Humano. O Ouro do Esporte”
https://www.youtube.com/playlist?list=PLNqvEE0ZU-q3E038zPPnJ6t-MzGRj6Ac3

Ana Cristina Koda

Ana Cristina Koda

Após mais de 20 anos no caminho do autoconhecimento e da espiritualidade, resolveu compartilhar suas visões e experiências pessoais, frutos das práticas de meditação, através de seus artigos. Seus muitos anos como profissional das áreas de marketing e comunicação são a base desta sua vontade de se comunicar, agora, com um propósito maior.
Vamos Meditar concretiza este sonho, que está se realizando e que dedica a todos os seres. Também dá aulas particulares de meditação e atende com terapias integrativas para quem quer seguir o caminho do autoconhecimento e da espiritualidade.
Contato pelo email: anackoda@gmail.com

No Comment

Leave a reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *